Vá de Sedex :: Siga pelo Email

terça-feira, 5 de janeiro de 2021

[Projeto Vídeos 2021] Game TV e Caravana do Amor : Novas gravações recuperadas estarão no You Tube

 
Isabella Brandão e Liz Reis apresentam juntas 
a série especial do Game TV: World of Nintendo



Quem conhece o nosso projeto, sabe que estou nessa história de criação de conteúdo há quase 20 anos.
O Projeto Vídeos nasceu em 2009 com o intuito de recuperar a história audiovisual da televisão e do cinema. 

Os vídeos do Game TV foram descobertos bem antes, em 2006. Através de um grupo de amigos por e-mail o qual fiz parte. A maioria era de São Paulo e se juntavam para jogar e falar sobre Street Fighter - na verdade, a gente estava considerando tudo como "Street Fighter". Me recordo que haviam muitas partidas de Capcom v.s. SNK 2 e ajudei no compartilhamento dos encontros nos sites de referencia. Num belo dia o administrador, Eduardo, disponibilizou pra gente um copilado de vários vídeos do programa. Foi uma viagem no tempo rever tudo aquilo e pedi permissão então se poderia disponibilizar aquele conteúdo em minha conta no You Tube. Levou um tempo até que em 2009 disponibilizei o conteúdo (confira melhor como foi essa história aqui). 

Nesse tempo, não havia preocupação com monetização e tampouco visualizações. A máquina funcionava automaticamente. Após a inclusão do recurso AdSense, anos depois, é que as coisas começaram a piorar mesmo.  Mudou tudo mas, na minha opinião, não para melhor, pois encontrar informação no You Tube agora é como encontrar agulha no palheiro.  Você pode criar um conteúdo relevante e de registro histórico mas dificilmente pegará boas visualizações - ou até tomar punição, se o detentor dos direitos de uma marca quiser (ou os bots insanos da plataforma - que eu acredito ser o mais certo). E é por esse motivo o medo de seguir fazendo uma live com a equipe do programa e não ter ninguém assistindo - olha o mico que eu iria pagar ? Pois o algoritmo não entrega às pessoas certas hoje em dia, nem sempre. Fico então na dúvida em qual plataforma me concentrar.


O mais bacana é testemunhar que toda a equipe - tanto as apresentadoras quanto a equipe de apoio - são empreendedores de sucesso e de alto nível. A gente logo nota pela qualidade do programa, que sempre foi entregue com muito profissionalismo e sentimento. Seja do nível de oratória e expressão da apresentadora às músicas que registraram uma época. E falando em registrar uma época, o Game TV foi pioneiro isso, com coberturas fora do estúdio - deixando pra gente um legado incrível  da história dos videogames. Podemos dizer que o Game TV era o programa da Nintendo, que nos trouxe Street Fighter II e o lançamento do Super Nintendo. Um fato extra é também a cobertura do lançamento do Neo Geo do Brasil e outros produtos hoje em dia desconhecidos ou esquecidos do mundo do game. Vamos considerar que é o primeiro programa brasileiro com verdadeiro potencial de programa de videogames na TV aberta, como uma revista interativa e com a linguagem das revistas da época, como a VideoGame, Super Game e a Game Power (estas últimas fundidas em 1994 e se tornando a futura Super Game Power).

Game TV, como um programa independente, buscava licenciamento do espaço para as emissoras e começou na Rede Record em 1992 - eu realmente gostaria de ver essa primeira temporada ou primeiro episódio - com os bastidores (será que vem um dia ?). E o programa foi até 1994 - presumo ter o seu verdadeiro fim na MTV, mas preciso confirmar melhor essas informações. Mas cogito que o que temos mais conhecimento é o da segunda temporada, de 1993, na TV Gazeta/ CNT . 

Durante a nossa entrevista, realizada em 2012 (após 20 anos desde a criação do programa), quando a Liz (a apresentadora) me disse que começou aos 16 anos no programa e que todas as apresentadoras deviam ter essa idade, eu não acreditei pois todas falavam com muita maturidade frente às telas. Não é à toa que, de ex-modelos e apresentadoras de TV, todas se tornaram empreendedoras de sucesso hoje em dia. 

Uma das histórias mais obscuras do Game TV descobertas até então é que ela deu origem ao 
canal Play TV (veja a história aqui) que foi vendida recentemente.

Como extra, temos também recuperações de comerciais da CNT/ Gazeta e um trecho do programa Caravana do Amor com Alberto Brizola (uma versão anos 90 de um programa de rádio sobre conselhos amorosos que teve também um programa nos anos 80).

Estes projetos estavam todos programados originalmente para 2015. Porém, apesar de tentar todos os melhores recursos possíveis para digitalização - através do VHS profissional e um DVD Player com recurso de gravação (atualmente raríssimo) e o melhor programa de captura - eles não capturaram bem o suficiente as horas seguintes da fita - muito bem gravada e com ótima qualidade (após uma limpeza para tirar o bolor, melhorou ainda mais) - com introdução e encerramento gravados, tudo direitinho. Até cheguei a adquirir o Avermedia (considerado o VHS da nova geração, que grava da televisão a 1080p e foi graças a ela que gravei um programa da TV cobrindo um evento do Fight in Rio). Porém, mesmo nesse recurso, através de uma gambiarra pra gravar do VHS (ligando a imagem ao DVD), não foi possível trazer a imagem nativa (aparentemente, ficava em preto e branco). Tentei gravar direto do PC e senti que em momento e outro dava umas travadas imprevisíveis perdendo quadros. Nesse caso, eu realmente preciso de um processador muito avançado, um i9 de repente. Mas dependendo dos recursos, posso ver se consigo testar uma nova recuperação através de outras capturas mais recentes, como o tão falado El Gato.  

Como de lá pra cá até o sistema operacional eu mudei - de Windows 7 pro Windows 10 - e outros problemas que ocorreram no caminho que me impediram de me dedicar amplamente a este projeto que só pra separar, editar, escrever títulos e criar as thumbs, levaram mais de uma semana (passando Natal e ano novo). Pois é, criador de conteúdo também é trabalho pesado, tudo para trazer o melhor da história dos videogames (que é o meu principal objetivo nesse ramo). 

A digitalização no processo tiveram os primeiros conteúdos da fita reproduzidas de forma excelente mas depois foram piorando - nos minutos mais importantes e históricos do Game TV - sendo que a fita estava perfeitamente reproduzindo em um videocassete profissional (100x melhor do que a comum que eu estava usando) da melhor marca: Panasonic (a comum já era ótima e me baseei nela). A Panasonic foi a melhor marca de videocassetes que já adquiri na história e a da Sony a pior (causava até interferência na TV e recebia também quando ligada). 

Depois de travar uma batalha contra o tempo e contra os conflitos externos, decidi liberar da forma que está - a gente nunca sabe o que pode acontecer. As recuperações estão consideráveis e serão disponibilizadas diariamente no You Tube. As primeiras recuperações dessa leva estão no formato dos vídeos de 2015 e as posteriores estão em qualidade de velocidade a 60 fps. Espero que todos possam aproveitar as sessões da melhor forma. 

Segue os links abaixo de cada vídeo (serão atualizados conforme disponibilidade) para que você não perca a estreia deles no canal no You Tube (se você gosta de nostalgia, a inscrição no canal é garantia para um amplo registro de retorno ao passado). 







Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...