Vá de Sedex :: Siga pelo Email

terça-feira, 19 de janeiro de 2021

[Nos Bastidores de Capcom v.s. SNK] Criador de Street Fighter e Fatal Fury teria resolvido rixa entre as duas empresas

Em artigo recente publicado pelo site Eventhubs, interpretado do documento especial da Polygon - Capcom v.s. SNK: An Oral History (sobre os bastidores de criação da série de jogos Capcom v.s. SNK) o portal deixou notas de destaque muito interessante. Confira. 

A rixa entre a Capcom e a SNK que foi resolvida para trazer um jogo interdimensional em parceria

Já se passaram quase 20 anos desde que Capcom vs. SNK (2000) e Capcom vs. SNK 2 (2001) foram lançados. Embora Capcom v.s. SNK estivesse realmente em desenvolvimento em um ponto, ele foi finalmente cancelado devido aos problemas financeiros da SNK. Na época, não se sabia o que aconteceria com a aquisição das propriedades intelectuais da SNK, então a Capcom não foi capaz de continuar dedicando recursos ao projeto.

Para que esses projetos colaborativos acontecessem, em primeiro lugar, algum desafeto entre as duas empresas precisava ser resolvido primeiro. Um artigo recente da Polygon revelou detalhes sobre como esse processo colaborativo começou.

" Na época, não é como se a SNK e a Capcom nunca tivessem conversado entre si ou algo assim, mas tive a impressão de que havia algum atrito entre as duas", observou Toyohisa Tanabe, supervisor de pixel art de Capcom vs. SNK. "Quando soube que a Capcom e a SNK estariam colaborando, senti como, 'Ah! A primavera está aqui! Como se houvesse um descongelamento de relações entre as duas empresas."

É mencionado por Tanabe que havia esse sentimento de dificuldade associado com a aproximação da Capcom antes disso acontecer. Depois disso, os funcionários de ambas as empresas interagiam mais frequentemente em festas de bebida. Eles até começaram a competir um contra o outro em torneios de Yu-Gi-Oh! (jogo de cartas colecionáveis da Konami) por diversão.

A intensa rivalidade entre Capcom e SNK surgiu porque ambos estavam competindo entre si no desenvolvimento de jogos de luta. Capcom seguia com Street Fighter e Darkstalkers na época, enquanto SNK tinha Fatal Fury e King of Fighters.

"Falamos em deixar o passado para trás, e surgiu a ideia de combinar nossas forças e usar cada um dos personagens de cada uma de nossas empresas em um projeto colaborativo" - Takashi Nishiyama

Um grande fator dessa rivalidade surgiu porque Takashi Nishiyama, um dos criadores originais da série Street Fighter, deixou a Capcom para trabalhar para a SNK. Após a falência da SNK, Nishiyama mais tarde deixaria a SNK para abrir sua própria empresa de videogames, Dimps.

Embora Nishiyama não tenha se envolvido diretamente com a rixa da Capcom e da SNK, ele aparentemente tomou conhecimento disso. Parece que Nishiyama estava, em última análise, entre aqueles que ajudaram a abrir a discussão para uma colaboração entre as duas empresas.

"A forma como isso aconteceu foi que Okamoto havia se tornado o topo da divisão de desenvolvimento da Capcom e eu tinha sido o topo da divisão de desenvolvimento da SNK, e acabamos nos encontrando um dia. Falamos em deixar o passado para trás, e surgiu a ideia de combinar nossas forças e usar os personagens de cada uma de nossas empresas em um projeto colaborativo ", disse Takashi Nishiyama. " E Okamoto achou que a ideia era muito interessante. Então eu disse a Okamoto para convencer Tsujimoto a fazer isso acontecer. Eu convenceria Kawasaki a fazer isso acontecer. "

Felizmente, aparentemente não foi muito difícil para Nishiyama convencer Kawasaki dessa ideia. No final do dia, Kawasaki era um homem de negócios e, no meio, viu potencial, deixando o passado para trás.

Noritaka Funamizu, Toyohisa Tanabe e Hideaki Itsuno saindo juntos nos meses anteriores ao início desta colaboração também desempenharam um fator.

Claro, Takashi Nishiyama também observou que algum tempo era necessário antes que o desenvolvimento pudesse começar. "Não acho que tudo foi necessariamente decidido nesse acordo inicial", disse Nishiyama. "Ele prosseguiu mais gradualmente, passo a passo. Era como construir um novo negócio, e tínhamos que descobrir precisamente quem faria o quê."

Os funcionários da Capcom e da SNK acabaram muito animados para que a colaboração começasse. Curiosamente, notou-se que Hideaki Itsuno e outros começaram a implorar para se envolverem com o projeto.




Com tradução e apoio da matéria fornecida pela Eventhubs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...