Em Destaque

domingo, 24 de junho de 2012

[SESSÃO CRÍTICA] Prometheus 3D Legendado


NESTA POSTAGEM
SESSÃO CRÍTICA
PROMETHEUS 

EXTRAS DA TRIPULAÇÃO
A LENDA DE PROMETEU
ALIEN NO CINEMA
GALERIA
TRAILERS
FICHA TÉCNICA



SESSÃO CRÍTICA
PROMETHEUS 
DE VOLTA AO ESPAÇO
O diretor Ridley Scott volta ao universo que o consagrou. Entretém, mas não atende a todas as questões

Apesar de ser considerado um prelúdio, por um momento eu senti que não estava assistindo a um filme da cinessérie Alien, mas logo me identifiquei pelas referências visuais (como a introdução). Prometheus, como a história sugere (a idéia de exploradores buscando pela origem da humanidade) é um termo da mitologia Grega que se refere a Pai dos Homens (na tradução, seria Prometeu)

Observando um pouco a psicologia das duas protagonistas, a capitã da nave, Meredith Vickers (Charlize Theron, como mais uma ótima vilã) demonstra dureza e a exploradora cristã, Elizabeth Shaw (Naomi Repace) a pureza - encaixes soltos que se você juntar, acaba encontrando características de uma certa Tenente Ripley (Sigrouney Weaver). 

David (Michael Fassbender, mais uma vez se destacando) é um andróide que traz à trama um sentido para contestar crenças religiosas (a cena em que ele tira a cruz de Shaw é um momento bem forte, nesse sentido). Assim como um um índio fora de sua tribo, a máquina busca compreender o meio aonde ele está mas nem por isso se redime a certos costumes e procura se adaptar ao seu modo (se rebelando até mesmo para buscar as respostas por conta própria - [Spoiler]como na cena em que ele desliga o receptor ao entrar dentro da sala dos engenheiros, deixando Vickers a ver navios[/Spoiler]).

O desenrolar é ágil, a exemplo de um geração Ridley Scott mais moderna (é notável também, um pouco a exploração a sensualidade das protagonistas em meio ao terror e mistério no espaço) rende suspense e diverte até em momentos macabros (eu particularmente ri com a parte em que uma cabeça explode - [Spoiler] que seria de um dos engenheiros [/Spoiler]- meio sádico, porém). Em questão de esclarecer as origens de seu criador (a saga Alien), há uma percepção de expansão desse universo mas pouco acrescenta maturidade em sua estrutura. Com um pouco mais de esforço - passando por apenas referências como nas cenas finais ( [Spoiler] até louváveis na sequência em que surge uma réplica bem parecida com o Alien o qual conhecemos dos outros filmes  [/Spoiler] - este seria um grandioso prelúdio, tão bom e cultuado quanto os primeiros filmes. Aos fãs mais carrancudos, podem contestar as questões não respondidas, mas podem se satisfazer pela nostálgia.



[ATUALIZAÇÕES 24/06/12] Notas da Versão 3D: Como em todos os filmes 3D Legendados, as legendas sempre funcionam perfeitamente sobre as cenas. Quanto a aplicação do 3D no filme propriamente dito, deixa a desejar. Já que a percepção fica um pouco mais evidente em objetos e transições de cenas e detalhes quando dissolvidas. Se você quiser assistir apenas na versão normal, não estará perdendo nada. Se for exigente só para ver essa mínima diferença de detalhes, não custa arriscar. 

EXTRAS DA TRIPULAÇÃO
A LENDA DE PROMETEU
Prometeu foi um defensor da humanidade, conhecido por sua astuta inteligência, responsável por roubar o fogo de Zeus e dá-lo aos mortais. Zeus o puniu pelo crime, deixando-o amarrado a uma rocha durante toda a eternidade enquanto uma grande águia comia o seu fígado todo todo o tempo - que crescia novamente no dia seguinte. O mito foi abordado por diversas fontes antigas (entre elas dois dos principais autores gregos, Hesíodo e Ésquilo.), nas quais Prometeu é creditado - ou culpado - por ter desempenhado um papel crucial na história da humanidade. Na mitologia grega, Prometeu é um titã, pai de Deucalião, que em algumas histórias teria criado os homens usando água e terra.  

ALIEN NO CINEMA
Vamos percorrer aqui pelas viagens dessa criatura no cinema.

1979
ALIEN: O OITAVO PASSAGEIRO
O primeiro filme é um cultuado terror com ficção científica nas mãos do próprio Ridley Scott.

1986
ALIENS O RESGATE
Aqui, sai Ridley Scott e entra o diretor James Cameron, aumentando o número de Aliens e agito na história (literalmente chutando a porta). Com essa continuação e o filme O Exterminador do Futuro (1984), Cameron logo se torna um destaque da crítica somado a uma grande aprovação de um crescente público, como um dos melhores diretores daquela década.

1992
ALIEN 3
A estréia de David Fincher (conhecido por dirigir videoclipes) na direção. Posteriormente dirigiria filmes como Seven: Os Sete Crimes Capitais e se tornaria a menina dos olhos do Oscar, com O Curioso Caso de Benjamin Button e A Rede Social. Traz a protagonista, tenente Ripley, um ousado destino.

1997
ALIEN: A RESSUREIÇÃO
Dirigido por Jean-Pierre Jeunet, a atriz Sigrouney Weaver retorna à pele da tenente Ripley ([Spoiler] tipo assim, geneticamete modificada [/Spoiler])  considerando este o melhor da série. Quanto ao que a crítica e muitos fãs acharam, aí é outra história. No elenco, entra também Wyona Ryder, a queridinha de Hollywood antes de ser ofuscada (ou atropelada?) pela geração Angelina Jolie.

2004
ALIENS V.S. PREDADOR
O diretor Paul Anderson (Mortal Kombat) investe neste projeto ousado que vem sido prometido há tempos (rendeu até um certo jogo de fliperama muito bacana fabricado pela Capcom, fora outros jogos e adaptações)  mas o resultado decepciona neste encontro com outro grande monstro alienígena do cinema, Predador. Não importa quem vença, nós (não) perdemos (nada, infelizmente). Lembra desse slogan promocional?

2007
ALIENS V.S. PREDADOR 2
Em inglês o título original se chama Aliens V.S. Predador: Requiem. Aparentemente, o filme parece ter tido um orçamento mais barato que o anterior. Ainda não aprenderam que é desinteressante fazer um filme com esses dois monstros ícones apenas caçando humanos. 

GALERIA




TRAILERS



FICHA TÉCNICA
Título Original: Idem
Gênero: Terror/ Ficção Científica
Sessão Acompanhada: UCI Norte Shopping Kinoplex (24/06/2012 - 20:45 - Sábado)
Data de Lançamento: 15 de Julho de 2012
Duração: 124 minutos
Direção: Ridley Scott

Sinopse:  30 anos após Blade Runner - O Caçador de Andróides, o diretor Ridley Scott retorna ao gênero Ficção Científica. Em Prometheus, uma equipe de cientistas e exploradores embarcam numa jornada que testará os limites físicos e mentais coloncando-los em um mundo distante onde eles descobrirão as respostas para nossos dilemas mais profundos e para o grande mistério da vida.

4 Hit Combo :

Luís HB Veríssimo disse...

Fala, Arildo, beleza?!
Primeiramente eu gostaria de parabenizá-lo pela resenha, pois a mesma não contém erros de português e demonstra ter sido feita com seriedade, devido ao alto índice de informações, o que indica sua pesquisa e interesse sobre o assunto.
Minha opinião sobre o filme: Um ótimo filme de ficção científica. A temática é muito boa, pois creio eu que todos temos interesse em saber nossa origem.
[A seguir... SPOILERS!]
Quem ainda não assistiu o filme, não leia daqui pra baixo.
Mencionarei aqui alguns comentários e dúvidas que consegui com minhas pesquisas e conversas com quem também assistiu o filme: O planeta onde a nave Prometheus pousou, não é o mesmo planeta em que a Nostromo (De Alien o 8º passageiro) pousou, pois o planeta da Prometheus é o LV126 e o da Nostromo é o LV426. Talvez eles sejam visinhos. Então será que o chamado de socorro que a Nostromo captou seria a gravação que a Shaw fez no final do filme? Eu acho que não. O Space Jockey (Engenheiro) que é encontrado em LV426(Alien)é o mesmo que foi morto pelo polvo em LV126? Eu acho que não. "As vezes a morte é o início de tudo", segundo David. O Engenheiro no início do filme, tomando o líquido e espalhando seu DNA na cachoeira, seria ele povoando nosso planeta, mostrando nossa origem? Deixarei essas perguntas no ar. Achei muito legal esse filme devido às dúvidas que ele nos deixa. Parabéns pela ótima postagem, amigo! Abraços!!!

Mestre Ryu Kanzuki disse...

Olá, Luís, tudo bem por aqui e com você?
Interessante essas questões. Muitas coisas o filme ainda mantém no ar, mas seria legal haver essas ligações (claro que, assim como a cronologia Star Wars, vai ter sempre alguém criticando essas faltas de conexões - esquecendo que Prometheus é, de certa forma, uma história mais independente) . Taí mais um motivo para rever a cinessérie do começo ao fim. *Corre atrás do box*

Muito obrigado, amigo Luís. Poste sempre e um MEGA abraço.

Sora disse...

Reamente Prometheus pode acabar decepcionando alguns fãs, pois alguma pessoas esperavam mais ligações com Alien

Acho que apesar de ser um ótimo filme de ficção científica, Prometheus ainda não está á nível de Alien.

Nesse filme tiveram algumas revelações da franquia Alien, especialmente sobre os Space Jockeys que podem ter sido uma surpresa para os fãs.

Ótima crítica! Parabéns!

Luís Testo disse...

Caríssimo Luís, "vizinhos" é com um "z" e não com um "s"...!
Ai esse português!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...