Em Destaque

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Sessão Comemorativa (Estréia de Homem De Ferro 2): Homem de Ferro - Impressões 2.0

Esta é a versão 2.0 da Sessão Crítica feita em 2008, após assistir ao filme, divulgado em algumas comunidades espalhadas pela Internet. Agora vocês conferem a versão final.
 
Para o alto e avante - ao som do velho metal.
NESTA POSTAGEM
SESSÃO CRÍTICA
MAIS HOMEM DO QUE FERRO
UM RESUMO DA SESSÃO
FICHA TÉCNICA
TRAILER


EXTRAS
O MAKING OFF DA SESSÃO CRÍTICA: HOMEM DE FERRO IMPRESSÕES 2.0 - IMAGENS SIMULADAS EM 3D


TRAILERS DE HOMEM DE FERRO 2

SESSÃO CRÍTICA 3D
HOMEM DE FERRO

MAIS HOMEM DO QUE FERRO

Robert Downer jr. é Tony Stark. Cara, ele só pode ser o filho gêmeo do Al Pacino. =P

Não quero dar uma de sabe-tudo e nem de gênio da lâmpada. Mas.. querem uma sinceridade? Eu gostei do filme. Achei que defenderam bem o personagem na tela. Robert Downer Jr., que já era conhecido pelas suas polêmicas, trouxe ironia àcida ao personagem e carísma. Suavizando as cenas mais pesadas, apertos a qual o seu personagem passa. Tudo lidado com um certo..senso de humor.

Um bilionário: mulherengo, alcólatra, egocêntrico e outras coisas mais, que vê seu mundo desmoronar com as armações, os escãndalos.. Sim, associe isso à pessoa do ator Robert Downer Jr. O mesmo soube driblar isso e trazer vida ao personagem de uma forma humana, mesmo que da sua mais sórdida personalidade, ele traz um certo agrado. O poder que ele adquire, acaba sendo um milagre (algo divino?). Sempre que vejo um filme ou leio histórias desse tipo (Robocop, por ex) vejo como algo religioso..mas aqui é diferente. A personalidade do Homem de Ferro traça um outro caminho ao personagem..daí eu imagino: E-se-não-acontecesse? O filme ficaria legal do mesmo jeito? Ele tendo a personalidade sórdida que tem? Sem nem ao menos receber uma..punição por isso?

Tony investindo no acervo infinito de mulheril

Quando a história mostra que Tony Stark é um vendedor de armas (uma especie de financiador da guerra) eu me lembro do filme O Senhor Das Armas com o Nicolas Cage (este que também foi cotado para entrar no papel). Seu caminho não é o mesmo, aqui o personagem Tony enriquece legalmente, mas nem sequer pensaria em ter um comprometimento de caráter social se ele não se tornasse O Homem De Ferro.
A sumida Gwyneth Paltrow retorna como Peppe Ports, a fiel secretária de Tony Stark.

Uma vantagem desses filmes baseados em quadrinhos, quando bem sucedidos, é que da gosto de conhecer a obra original. Instiga aquele que não conhecia o personagem dos quadrinhos a se interessar em conhecer mais dele ou então colocá-lo em seu acervo de personagens como preferência - pra que gosta desse estilo de filme. É como Homem Aranha e X Men. Se passa a se identificar e gostar da obra, vai logo correr atrás da obra original para comparar. Podendo até gostar mais do que aquilo que se viu no cinema.
Tony construíndo sua armadura

Uma coisa interessante também é a atualizada que eles deram a trama,procurando traçar a história do personagem com o que ocorre entre os EUA e o Oriente Médio.

Há aquelas situações clichês de todo filme Blockbuster do estilo. Alguém viu aquela trilogia de Terror, Pânico? Em que um certo personagem, Randall, passa a dar dicas sobre trilogias de filmes? Bom.. a regra de um dos mandamentos:

Faça o primeiro filme da melhor forma possível, de preferência, uma boa história que conte bem sobre o(s) protagonista(s)..se der certo, faça o resto..
O vilão Obidiah (Jeff Bridges) construíndo a sua poderosa armadura.


Uma das coisas que eu ví criticadas por aí é o fato de ter: muita história e pouca ação, acredito que isso foi até proposital. Se não foi, ao menos eles fizeram de uma maneira para concentrar toda a história no primeiro filme e fazer suas continuações com ação pura. 

Um resumo básico dos mandamentos de uma trilogia:

O primeiro filme é pra apresentar os personagens.
O Segundo é pra colocá-los na ação
E o terceiro é para concluir seus destinos


Clichês de trilogia né? Um dia isso cansa.. u.u
Preparando os curativos... (Afinal, nem o Homem de Ferro, é puro ferro. u.u) 


Mas vou dar uma forcinha. Afinal, faz tempo que não aparece filmes de robôs na tela grande. Apesar da origem do Homem de Ferro (pelo menos da forma como é contada na tela) lembrar bem outras produções nesse estilo.
Um aviso importante: Fiquem até o final dos créditos.

UM RESUMO DA SESSÃO
- Pontos Fortes
1) Robert Downer Jr. como Tony Stark. Valeu ganhar um merecido Melhor dos Melhores, na categoria ator, do nosso Santuário.
2) Efeitos Especiais: O realismo me fez voltar a ser criança novamente e vontade de ser um super herói. \o/
3) Figurino clássico do Homem de Ferro igual aos quadrinhos.

FIGURINO DOS QUADRINHOS


FIGURINO DO FILME

-Pontos Fracos
1) Heroísmo e história ficam entre o convencional e o razoável em alguns pontos. Retomando aquela velha fórmula dos super heróis em tempos de guerra fria. O que causa um contraste imenso desse comportamento com o dos tempos atuais, ainda mais em um filme Blockbuster de super herói daqueles tempos feito hoje no século XXI.  Inclusive em uma cena de Obadiah em que ele ergue um carro com várias pessoas e diz: Veja, vidas humanas! Homem de Ferro, ou o melhor: Tony Stark -  que em sua vida particular não faz muito o tipo herói ou mocinho - fica por vezes dificil de acreditar o mesmo se tornando um verdadeiro herói nessas situações. Particularmente, cá pra nós: soaria mais para os filmes do Homem Aranha. Sendo assim, o roteiro acaba sendo um verdadeiro desafio de compreensão aos mais atentos.

FICHA TÉCNICA
TÍTULO ORIGINAL: IRON MAN
GÊNERO: FICÇÃO/ AVENTURA
ELENCO: Robert Downey Jr., Gwyneth Paltrow, Terrence Howard, Jeff Bridges
DURAÇÃO: 126 MIN
DIREÇÃO: JON FAVREAU (ZATHURA)
ANO: 2008

TRAILER

EXTRAS
IMAGENS SIMULADAS EM 3D
Eu queria que o artigo fosse mais do que uma versão atualizada da minha resenha sobre o longa.  Vocês podem ter notado que as imagens divulgadas do filme foram retocadas. Isso foi uma maneira de homenagear o Cinema 3D e de buscar uma simulação de como seria Homem de Ferro nessa tecnologia.

Bom, para quem não conhece a técnica eu vou explicar - é bem simples.

Robert Downer Jr. na tela azul, antes do resultado final, as duas primeiras fotos acima, e Robert Downer Jr. seguindo para o resultado final, as duas fotos abaixo abaixo.

Todas as imagens foram editadas no Photoshop com a opção Layers > Stroke. Sendo selecionados cada elemento/ figura e adcionando as sombras. Na demonstração acima, foi feito uma técnica na quarta foto (de cima para baixo) selecionando o fundo e adcionando a opção Filters > Reduce Noise (para embaçar a imagem de fundo). Maiores detalhes e novas técnicas serão reveladas num futuro tutorial sobre Photoshop, podem deixar.

TRAILER DE HOMEM DE FERRO 2
Acompanhe o trailer do segundo filme que estréia nesta sexta feira.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...