Em Destaque

domingo, 16 de junho de 2013

[Para o Alto e Avante!] Superman II: A Aventura Continua

NESTA POSTAGEM
SESSÃO CRÍTICA
SUPERMAN II: A AVENTURA CONTINUA


SUPER EXTRAS
O LEGADO DO SUPER-HOMEM: PARTE 2
TRAILERS
SUPERMAN II: RICHARD DONNER'S CUT 
FICHA TÉCNICA


SESSÃO CRÍTICA
SUPERMAN II: A AVENTURA CONTINUA

MAIS HUMANO E MAIS DIVERTIDO
 Christopher Reeve e Margot Kidder mantém a ótima quimica

 É interessante constar realmente que Superman I era um filme completamente de origem. A cena do terremoto, ainda que tivesse sido bastante emblemática, estava escrita para este segundo filme. Mas para trazer uma agitação maior - e exaltar ainda mais a inescrupulosidade do vilão Lex Luthor - a cena acabou sendo produzida para o primeiro longa. Se o primeiro Superman era de origem, Superman II é - como de costume em primeiras sequências - um filme legítimo de ação para o herói. Superman II aproveita as sementes plantadas no primeiro e não se torna apenas uma sequência em resposta ao sucesso, mas um acréscimo necessário ao enredo do original. E apesar de suas faltas, se demonstra mais focado que muitas sequências de origem recentes, de certa forma.

Superman agora tem um desafio físico à altura

 O  começo xeroca - de leve - o começo do primeiro, trazendo os mesmos voos de câmera ao som clássico de um dos grandiosos temas de John Williams compostas para o primeiro. Ao entrar em Krypton, temos uma nova história. É logo perceptível o ponto de vista diferente em relação ao primeiro - desta vez - mostrando a origem de novos vilões.  A abertura possui uma antológica edição - apresentando as mais fantásticas cenas do primeiro filme - ao som do tema de (sempre excepcional) John Williams. Já no filme propriamente dito, a música é arranjada por Ken Thorne.
Non (Jack O'Halloran ; à esqueda) é muito parecido com o icônico e assustador vilão Jaws (Richard Kiel; à direita) dos clássicos 007 estrelados por Sean Connery e Roger Moore

Logo em seus primeiros minutos - com a aparição de Clark Kent (Christopher Reeve) jogando o seu chapéu e todo descontraído - é possível observar o ritmo irônico que acaba por se desenvolver no decorrer do longa.  Pela primeira vez nesta cinessérie, Superman ganha inimigos com poderes à sua altura - General Zod (Terence Stamp), Sarah Douglas (Ursa)  e Jack O'Halloran (Non).  Ainda que em momentos criados com a devida tensão - com a aparição do trio de supercriminosos fugitivos - há um certo humor por vezes escrachado ou por vezes espontâneo (como a NASA estranhando a presença de uma garota no espaço) resultado da tamanha e inacreditável crueldade dos vilões. Características que garante qualidade ao trazer a trama para um outro tom, mais profundo e mais significativo para uma continuação.  


Mesmo menos profundo no drama, a trama se desenvolve bem quanto a interação entre os personagens - destaque para a dupla Christopher Reeve (Clark/ Superman) e Margot Kidder (Lois Lane). E o retorno de Gene Hackman - como sempre - irreverente, ganancioso e vilanesco com o seu ótimo Lex Luthor, se revelando ainda mais num jogo de xadrez com os supervilões. 

Jor-El (Marlon Brando) na versão de Superman II: A versão de Richard Donner (Superman II: Richard Donner's Cut, 2006) 

Porém, como nem tudo são flores, as desavenças entre o diretor Richard Donner e a Warner tornaram o filme completamente diferente em comparação ao original (era esperado que Donner dirigisse esta continuação). Grande parte do filme ficou a cargo de Richard Lester, embora houvesse grande parte do material dirigido por Donner (não creditado) retirado do filme na versão final. O que resultou em um filme não menos interessante mas menos denso - com algumas coisas corridas e mal explicadas entre aquelas coincidências incomodáveis em filmes desse gênero.


SUPER EXTRAS
O LEGADO DO SUPER-HOMEM: PARTE 2

Como a primeira adaptação da série em quadrinhos, The Adventures Of Superman, surgiu entre 12 de Fevereiro de 1940 e 1 de Março de 1951 nas rádios. Cerca de 2068 episódios foram produzidos para a rede ABC.
Em 1941, Superman finalmente ganhava a sua primeira adaptação para os cinemas. O piloto foi indicado ao Oscar de Melhor Curta de Animação - graças a um inovador efeito de animação chamado rotoscopia  - perdendo para Me dê Uma Pata (Lend a Paw), um curta estrelado pelo personagem Pluto, da Disney. 
O piloto, apenas intitulado The Mad Scientist (Superman contra o Cientista Maluco, no original) com duração de 15 minutos, e as oito aventuras posteriores, de 10 minutos, para a tela grande, foram produzidas pela Max Fleischer Studios e distribuídas pela Paramout Pictures. Após o desmanche da Max Fleischer, em 1942, a produtora se tornou Famous Studios e lançou as oito aventuras finais. A série de animações dessa safra teve então o seu fim em 1943.  

A empresa Max Fleitcher Studios também foi responsável pela adaptação do marinheiro Popeye, das HQs para os desenhos animados, entre 1933 e 1944. E também por Betty Boop (1930)

Superman dividia segmento com Superboy (sua versão mais jovem) na primeira temporada e passou a dividir espaço com Aquaman, na segunda (The Superman/ Aquaman Hour) abrindo espaço para outros personagens, como Batman (The Batman/ Superman Hour) em 1968

Entre 1966 e 1969, Superman ganhava a sua primeira série animada para a TV, exibida pela CBS.  The New Adventures Of Superman teve 68 episódios e 4 temporadas. O desenho marcava pela estréia de outros coadjuvantes, referências e super-heróis que passaram a dividir a tela com o Homem de Aço, como: Super-Cão, Superboy Aquaman, Batman, Flash, Gavião Negro, A Liga da Justiça, e a formação clássica dos Jovens Titãs. Lex Luthor e Brainiac também estavam entre os vilões a estrearem em suas primeiras versões animadas.  A série foi exibida aqui no Brasil pelo SBT, durante a década de 80, pelos programas Sérgio Malandro e Bozo.

Entre 1973 e 1984, Superman se tornou parte do grande sucesso da Hanna-Barbera, o desenho Superamigos. Inspirado nos quadrinhos da série A Liga da Justiça, a animação teve um total de 104 episódios e 9 temporadas. Sua exibição original aconteceu entre 8 de Setembro de 1973 e 6 de Setembro de 1986 pela rede ABC e exibida por aqui pela extinta e saudosa Rede Manchete. 

Os carismáticos Super Gêmeos (à direita) entravam na segunda temporada para substituir os personagens (à esquerda) Wendy, Marvin, Marvel e o Super Cão. 

Nas temporadas seguintes, surgiram outros Super-Heróis entravam para o grupo, como: Flash, Samurai, Chefe Apache, Vulcão Negro e Lanterna Verde.  

 
Em 17 de Setembro de 1988, o estúdio Ruby Spears lançava, na rede americana ABC, um novo desenho do Homem de Aço intitulado simplesmente como: Superman. Este apresentava uma versão bastante semelhante com a de John Byrne - artista que ficou conhecido por reformular o Homem de Aço na década de 80, tanto na origem quanto no traço, e que também perdurou pela década de 90. O casal Jonathan e Marta Kent (os pais adotivos de Clark Kent/ Superman) estavam vivos e o vilão Lex Luthor jamais era peso por falta de provas. 
A série mostrava poucos personagens envolvidos tanto no universo DC Comics quanto no universo único do Superman, como A Mulher-Maravilha (dublada pela mesma atriz da versão original do desenho Superamigos) e Lois Lane, respectivamente. Como na origem de John Byrne, não havia o Superboy, houve um seguimento onde mostrava O Álbum da Família do Super-Homem, mostrando as peripécias da infância  do Superman, que já conhecia os seus poderes. 

A animação foi exibida originalmente até 10 de Dezembro daquele mesmo ano. No Brasil, a exibição teve estréia no SBT (anos 80) e posteriormente foi reprisada pela Record (anos 90). Teve um total de 13 episódios e apenas 1 temporada. 

Em 6 de Fevereiro de 1996, nos EUA, estreava Superman: A Série Animada no canal pago Warner Bros. Teve a produção de Bruce Timm aos moldes de Batman: A Série Animada (sua cultuada e premiada série de grande sucesso). A série de 54 episódios e 4 temporadas teve seu fim em 12 de Fevereiro de 2000. Foi exibida no Brasil também pela TV por assinatura, o canal Warner, e posteriormente no SBT e Record. 

O produtor Bruce Timm então voltou para produzir mais uma cultuada série, aos moldes de Batman: A Série Animada, com o Superman e a legião de super-heróis da DC .Liga da Justiça se tornou a maior referência para muitos fãs de super-heróis que acompanham as adaptações da TV - até mesmo em relação a psicologia do Superman e outros heróis da superequipe. Foi exibida originalmente entre 17 de Novembro de 2001 e 29 de Maio de 2004 pelo canal pago Cartoon Network, com 2 temporadas e 52 episódios, posteriormente estreou no SBT.
O sucesso teve resposta. E então surgia uma nova série chamada Liga da Justiça: Sem Limites. A adaptação contou com a maior diversidade de heróis da DC Comics já existente. Foi exibida entre  31 de Julho de 2004 e  13 de maio de 2006 com 3 e 39 episódios no Cartoon Newtork dos EUA. Estreou no dia 2 de abril de 2005 na Cartoon Network Brasileira e 3 de Outubro no SBT, onde exibida até os dias atuais.

TRAILERS
SUPERMAN II: RICHARD DONNER'S CUT


FICHA TÉCNICA
TÍTULO ORIGINAL: SUPERMAN II
DIREÇÃO: RICHARD LESTER
LANÇAMENTO:  25 de Dezembro de 1980 (Brasil)
GÊNERO: AVENTURA
DURAÇÃO: 127 Minutos
PAÍS: E.U.A.

CONFIRA TAMBÉM O ÁLBUM NO FACEBOOK QUE ESTENDE O EVENTO 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...