Em Destaque

domingo, 30 de junho de 2013

[Para o Alto e Avante!] A Morte do Super-Homem (1992, HQ) - Postagem de Colecionador: Parte 2 de 2:Informações Especiais

---NESTA POSTAGEM---
SUPER EXTRAS
LEIA TAMBÉM
O LEGADO DO SUPER-HOMEM: PARTE 6
#1-QUADRINHOS
#2-DESENHOS ANIMADOS
#3-O APOCALYPSE ATACA EM OUTRAS MÍDIAS
FICHA TÉCNICA


SUPER EXTRAS
LEIA TAMBÉM
SUPER-HOMEM: FUNERAL PARA UM AMIGO
(Funeral For a Friend Without Superman)
Minissérie em 4 Edições 

Tudo Free Downloads comenta sobre a saga: 
O primeiro herói do planeta jaz sem vida ao lado de seu assassino, em meio a uma Metrópolis arrasada física e espiritualmente pela sua batalha. O mundo (inclusive os pais adotivos do Homem de Aço) assiste enquanto a equipe de paramédicos tenta ressuscitá-lo. Infelizmente, é tudo em vão e resta ao planeta chorar a morte de seu grande campeão. 

A roteirista ainda dá um oi para Superman - O Filme ao apresentar Jonathan Kent tendo um enfarte, fato que parece recorrente na mitologia do personagem, vide seu recente destino em Smallville.

A minissérie termina de forma apoteótica, com Jonathan Kent tendo morte clínica enquanto enxerga Kal-El vindo ao seu encontro... 

Super-Homem: Além da Morte
(The Adventures Of Superman #500)
Sinopse:  Diante da necessidade de um novo defensor para o futuro de Metrópolis, Lex Luthor II reativa a Equipe Luthor, criada após Invasão, no período em que o Super-Homem se exilou no espaço, e a entrega sobre o comando da Supermoça. A história fecha com o aparecimento dos quatro novos Super Homens.
Os quatro aspirantes a Super Homem dão as caras

Tudo Free Downloads comenta sobre os personagens (da esquerda pra direita)

1 - Homem de Aço
O Homem de Aço é John Henry Irons, um trabalhador braçal que, na verdade, é um gênio da tecnologia militar que se vê impelido a manter vivo o legado do Super-Homem e é o único a negar ser o herói.

O Homem de Aço é a epítome dos personagens do final dos anos 80 e começo dos 90, quando heróis de armadura pipocavam nas revistas mais do que estrelas no céu (o próprio Super-Homem usou uma brevemente num período anterior à sua morte assim como o Batman Jean-Paul Valley).

2 - Ciborgue
O Superciborgue tem próteses cibernéticas, é cheio de aparelhos embutidos e capaz de ser representado em cenas sensacionais, em que milhares de componentes de desdobram de seu corpo.

3 - Erradicador
Último Filho de Krypton (Erradicador), este sim, representa a moralidade dos personagens que estavam/estão verdadeiramente ligados ao mundo real para muita gente, um justiceiro implacável, que retribui de forma violenta as ações dos marginais, aleijando, espancando e queimando os criminosos sem a menor piedade. Um padrão moral que muitos acham faltar no Super-Homem, por ele representar uma fé inabalável na justiça e nos direitos humanos.

4 - Superboy
É o típico super-herói adolescente, uma versão geração MTV de Kal-El, conforme o próprio Karl Kesel afirmou na época.

Superboy é o resultado dos experimentos do Cadmus com o corpo do Super-Homem durante a minissérie Funeral Para Um Amigo, mas seria mesmo ele um clone de Kal-El?
Um jovem que não se leva a sério e não parece estar consciente da importância do legado que insiste em carregar.

..É fato que, dez anos depois, muitos fãs ainda não se deram conta! Cada um dos quatro super homens reflete justamente um dos padrões estereotipados dos heróis legais da atualidade.

Universo HQ comenta sobre as traduções: 
Em determinado diálogo, a tradução ainda opta por uma citação à música Loura Burra, do rapper Gabriel, O Pensador, um recurso de abrasileiramento dos textos bastante comuns na Abril. A edição brasileira teve a vantagem de salvar a primeira história do total obscurantismo que ela mereceria, algo que a original norte-americana não teve.

O Retorno do Super Homem
(Superman Vol. 2 #81- Adventures of Superman #504 - Action Comics #691; série originalmente publicada no Brasil entre Setembro e Novembro de 1994)
Minissérie em 3 edições

Tudo Free Downloads comenta sobre a saga: 
Unidos ao verdadeiro Kal-El, os remanescente dos quatro Super-Homens se unem contra o Super-Homem traidor e sua tropa invasora, confrontando-os em sua própria base, construída onde antes se localizava a cidade de Coast City. 

Um dos fatos mais marcantes desta série é a destruição de Coast City, a cidade natal do Lanterna Verde (Hal Jordan). Este é o ponto marcante que pode ser considerado o princípio do fim deste herói.

Meu comentário sobre a saga: 
O Super finalmente retorna, ainda se recuperando e bem diferente, aparentemente meio rebelde, com uniforme preto, usando armas (Feito O Justiceiro) e com cabelo grande (curiosamente ele surge com o mesmo cabelo grande no game Justice League Task Force de Mega & SNES, usando o seu uniforme normal) 

Super Homem Versus Apocalypse: A Revanche
(Superman/ Doomsday: Hunter/ Prey série originalmente publicada no Brasil entre maio e junho de 1995)
Minissérie em 3 edições

Sipnose: Após morrer e ressuscitar, Super-Homem ainda sente algo remoendo em seu interior. Essa sensação o leva a procurar respostas a respeito da abominável criatura Apocalypse, que desperta de seu sono, à deriva no espaço. A história que explica a derrota do Super Homem no início da saga. O Apocalypse possui a habilidade de se regenerar cada vez mais forte sempre que é abatido. 

Super Homem: O Retorno de Apocalypse
(Superman: The Doomsday Wars; história originalmente publicada no Brasil entre Novembro e Dezembro de 1999)
Minissérie em 3 edições
Sinopse: Com a ameaça de Apocalypse, a Liga da Justiça irá necessitar mais uma vez da ajuda de Super-Homem, que se encontra ocupado em proteger uma criança gravemente ferida de Lana Lang e Peter Ross. A saga termina com Apocalypse aprisionado no infinito.  

Superman: O Dia do Juízo Final 
(Superman: Day Of Doom; publicada no Brasil entre junho e setembro de 2003)
Sinopse (Guia dos Quadrinhos): É aniversário do confronto entre o Super-Homem e Apocalypse, que culminou com a suposta morte do Homem de Aço. Um evento tão marcante para Metrópolis e para o mundo não pode passar em branco, e Perry White, editor-chefe do Planeta Diário, incumbe o repórter Ty Duffy de relembrar aquele fatídico dia numa matéria especial. Ao mesmo tempo, estranhos acidentes vêm acontecendo seguindo a mesma trilha de destruição feita por Apocalypse. O que estará acontecendo?

A Morte e o Retorno do Super - Homem em publicações originais nos E.U.A. (segundo a lista encontrada no Wikipedia): 

A Morte do Super Homem ("Doomsday!" Ato 1)
Superman: Man of Steel #18 (Parte 1)
Justice League America #69 (Parte 2)
Superman Vol. 2 #74 (Parte 3)
Adventures of Superman #497 (Parte 4)
Action Comics #684 (Parte 5)
Superman: Man of Steel #19 (Parte 6)
Superman Vol. 2 #75 (Parte 7)

Funeral Para um Amigo ("Funeral for a Friend" Ato 2)
Justice League America #70 (Tie-In)
Adventures of Superman #498 (Parte 1)
Action Comics #685 (Parte 2)
Superman: Man of Steel #20 (Parte 3)
Superman Vol. 2 #76 (Parte 4)
Adventures of Superman #499 (Parte 5)
Action Comics #686 (Part 6)
Superman: Man of Steel #21 (Parte 7)
Superman Vol. 2 #77 (Parte 8)
Superman Vol. 2 #83 (epilogo)

O Retorno do Super-Homem ("Reign of the Supermen!" Ato 3)
Action Comics #687 (Parte 1)
Superman: Man of Steel #22 (Parte 2)
Superman Vol. 2 #78 (Parte 3)
Adventures of Superman #501 (Parte 4)
Action Comics #688 (Part 5)
Superman: Man of Steel #23 (Parte 6)
Superman Vol. 2 #79 (Parte 7)
Adventures of Superman #502 (Parte 8)
Action Comics #689 (Parte 9)
Superman: Man of Steel #24 (Parte 10)
Superman Vol. 2 #80 (Parte 11)
Adventures of Superman #503 (Parte 12)
Action Comics #690 (Parte 13)
Superman: Man of Steel #25 (Parte 14)
Superman Vol. 2 #81 (Parte 15)
Adventures of Superman #504 (Parte 16)
Action Comics #691 (Parte 17)
Superman: Man of Steel #26 (Parte 18)
Green Lantern Vol. 3 #46 (Parte 19)
Superman Vol. 2 #82 (Parte 20)
Adventures of Superman #505 (Parte 21)

O LEGADO DO SUPER-HOMEM: PARTE 
ARQUIVOS CONFIDENCIAIS
#1QUADRINHOS
A MORTE SECRETA DO SUPER-HOMEM
(The Death Of Superman)
A primeira vez que uma morte de Superman ocorreu foi numa história imaginária, feita em 1961, escrita por Jerry Siegel, um dos criadores do herói. É ainda considerada melhor que a famosa A Morte do Super Homem de 1992.

Um autor do Wikipedia comenta a história:
Nos anos 70, Superman descobriu-se infectado por um vírus consciente Alien que não tinha cura conhecida, e estava destinado a morrer em pouco tempo. O mundo já antecipava a morte do Superman e se lamentava que seu maior herói se iria. Felizmente, o herói conseguiu enganar o vírus consciente de modo que forjou sua morte usando conhecimentos tibetanos a fim de parar seus batimentos cardiacos. Quando o vírus sentiu que ele estava morto, saiu do corpo para achar outros corpos, mas Superman já estava precavido e prendeu o vírus numa duplicata de si.

Outra história imaginária, escrita por Alan Moore para ser a última história do Superman Pré-Crise (O que aconteceu com o Super-homem?) narra o que aconteceu ao Superman após ter sua mais dramática batalha. Entretanto, o herói aparece vivo na última página, mas adotou uma falsa identidade como marido de Lois Lane.

Em 86, John Byrne escreveu uma história onde a vilã Banshee Prateada, usando magia, pôs o Homem de aço num torpor semelhante a morte clínica. Foi realizado o funeral, e antecedendo muitos anos a morte do Superman por Apocalypse, o mundo e vários heróis tinham suas reflexões sobre a perda do maior herói do mundo. Lex Luthor também estava irado, pois não admitia que outra pessoa tivesse destruído o Superman sem ser ele (comportamento que seria repetido durante a Morte do Superman, onde Luthor esmurrava o corpo de Apocalypse).

#2 - DESENHOS ANIMADOS
SUPER AMIGOS: A MORTE DO SUPERMAN
(THE SUPER POWERS TEAM: GALACTIC GUARDIANS - THE DEATH OF SUPERMAN


O episódio completo pode ser visto acima.
O episódio intitulado A Morte do Superman (The Death Of Superman) mostra o herói encubado após sofrer um acidente com Kriptonita.

Os super amigos vão até a fortaleza da solidão e lá encontra um dos Super Homens andróides. Ele lhes revela que o Super estaria praticado uma forma de transe para reduzir os efeitos que sente quando é exposto ao Kriptonita. Por isso,ele pode estar vivo.

Os Super Amigos usam uma maquina que o ajuda a trazê-lo novamente à vida.
Agora, com o Super Homem de volta, lutarão contra Darkseid.

O Desenho ficou conhecido aqui como a última temporada dos Super Amigos.
Esta série é de 1985, baseada numa linha de brinquedos.

#3 - O APOCALYPSE ATACA EM OUTRAS MÍDIAS

Seria um desperdício um evento como A Morte do Super Homem se resumir apenas numa saga em quadrinhos. O evento rendeu extensões, sendo adaptada para: gamesdesenhos animados e até uma tentativa para o cinema.

THE DEATH AND RETURN OF SUPERMAN* 
(Mega Drive & SNES, Blizzard/ Sunsoft)
*Comentado em O Legado do Super-Homem: Parte 3 (com atualizações em 23/06/2013). 

SUPERMAN LIVES
Marcus Vinicius de Medeiros comenta em sua matéria chamada O Fiasco de Tim Burton  (Omelete - 23/08/2002) com as minhas adaptações: 

Quando foi contratado pela Warner Bros. para escrever o roteiro de Superman lives, em 1996, Kevin Smith estava longe de ser o nome reconhecido que é hoje. Havia lançado apenas O Balconista e Barrados no Shopping. O filme Procura-se Amy, que realmente o consagrou junto a público e crítica, ainda estava em preparação. Apesar disso, a empolgação do então jovem cineasta ao comentar o projeto contagiava os fãs do Maior Herói de Todos os Tempos.
 O ex-balconista de loja de conveniência prometia uma das melhores adaptações dos gibis para as telas grandes, citando vilões cult do Universo DC e criticando o desenvolvimento das personagens do filme Batman eternamente, de Joel Schumacher. Dizia também que seu objetivo era escrever uma revista mensal da DC Comics. Em resumo, estava provado que Kevin Smith era grande fã dos quadrinhos de super-heróis, e que seu roteiro agradaria em cheio aos apreciadores do gênero.

O roteiro completo de Smith, que precisou batalhar muito para excluir as idéias risíveis e infrutíferas do produtor de estimação da Warner, Jon Peters, foi bem recebido pela companhia; e já estava tudo pronto para iniciar a produção no verão de 1997.

A PEDRA NO CAMINHO
Passados os anos, convém expor o que deu errado e por que Superman lives nunca foi para a frente. O maior responsável pelo fiasco, que teve influência mais negativa do que a de Jon Peters ou do diretor executivo da Warner, Lorenzo DeBonaventura, foi o diretor escolhido para a película, Tim Burton. Contratado por conta de seu trabalho bem sucedido em Batman e Batman: o retorno, que deram nova vida aos super-heróis nos cinemas, rejeitou o roteiro de Kevin Smith, acredite, por considerá-lo muito fiel aos quadrinhos (!).

NÃO É UM PÁSSARO, NÃO É UM AVIÃO... NÃO É O SUPER-HOMEM
Tim Burton e Jon Petes estavam determinados a apresentar um Super-Homem desfigurado e irreconhecível aos olhos de qualquer fã. Peters considerava o uniforme azul e vermelho, o mais tradicional e emblemático da história dos quadrinhos, muito alegre, muito afeminado, e preferia trajes negros. Também achava que o herói não deveria ter a habilidade de voar, pois detestara as cenas de vôo nos filmes anteriores, não importando se é esta uma das habilidades mais conhecidas da personagem e um sonho antigo da humanidade.

O UNIFORME RECUSADO
Demonstrando desprezo pelos quadrinhos, Burton defendia o mesmo que Peters e chegou a definir sua visão da personagem. Em vez de voar, o Super-Homem teria um Supermóvel. Burton preferia o grande S estilizado da fase do herói com poderes elétricos, e apresentou vários planos para o uniforme, alguns inacreditáveis, como uma roupa transparente que deixaria visíveis os órgãos internos do Super, e uma armadura negra de aparência alienígena, cruzando Edward Mãos-de-Tesoura com um borg de Jornada nas estrelas. Os fãs de Burton - óbvio - aprovaram tudo.

INVULNERÁVEL E HOMICIDA
E o pior é que as ignomínias não param por aí. Para o papel de Super-Homem, Peters queria Sean Penn, pelos seus olhos de assassino e o carisma de um animal enjaulado; qualidades (?) inerentes ao último kryptoniano, sob a ótica distorcida do produtor.
Quando o papel foi transferido para Nicolas Cage, Peters continuou a série de impropérios. Afirmou que ser um estranho e sentir-se renegado são a essência do Super-Homem, e que, por isso, Cage interpretaria bem o lado alienígena do Super. Burton, por sua vez, asseverou, em entrevista a uma rádio do Texas, que seu objetivo era trabalhar um inexistente lado mais sombrio e homicida do Super-Homem, e esperava que Cage estivesse à altura do desafio.
Segundo a revista Herói (1995) os executivos da Warner chegaram a dar risadas ao ver Nicolas Cage com o uniforme do herói. E não é que ficou estranho mesmo?

Embora a escolha de Nicolas Cage para o papel título do filme cause estranheza e nunca tenha agradado aos fãs do herói, é importante dizer que o ator foi um dos maiores oponentes de Burton nos bastidores, combatendo suas idéias esdrúxulas e exigindo o uniforme tradicional e o poder de vôo.

VENCE O BOM SENSO
Roteiros ridículos como os que mostravam Jor-El criando Brainiac e desprezando o computador por ocasião do nascimento de seu filho Kal-El; o perverso cérebro eletrônico destruindo Krypton por ressentimento; sua fusão, na Terra, a Lex Luthor a fim de formar o vilão amálgama Lexiac, que deixavam Burton pulando de felicidade, foram sucessivamente recusados pela Warner.
No final de 1998, Burton foi finalmente afastado pela companhia, que mostrou não ser totalmente desprovida de bom senso.

 
 
Embora seja um diretor de talento e tenha realizado ótimos filmes como Edward Mãos-de-Tesoura, A lenda do cavaleiro sem cabeça e a refilmagem de Planeta dos macacos, devemos agradecer ao deus Rao pelo cancelamento de seu projeto com o Super-Homem. Certamente, seria a mais ofensiva transposição de um super-herói dos quadrinhos para o cinema, motivo para que Burton continue afastado da personagem e de qualquer outro super-herói da DC Comics.

LIGA DA JUSTIÇA SEM LIMITES
(League Of Justice Unlimited)
A criação do ser imortal como o Apocalypse, acaba dando trabalho para o Homem de Aço em todo o lugar. Na série de TV, o Apocalypse é inteligente e fala. Super derrota o Apocalypse jogando-o na zona fantasma. Nessa versão, o Apocalypse foi feito a partir do DNA do Super Homem.

SUPERMAN: DOOMSDAY
A animação feita para DVD, se passa numa ambientação e visual próximo ao da série animada de 1996 (Superman: The Animated Series). Aonde encontramos o vilão Lex Luthor original. Um grande destaque fica para os bons efeitos visuais (estilão a série animada Liga da Justiça). Não tem a mesma grandiosidade da obra original, com a presença da Liga e os acontecimentos aleatórios, mas vale uma olhada de curiosidade.

INJUSTICE: GODS AMONG US
Apocalípse também é jogador selecionável nesse mais recente jogo de luta, lançado em Junho, dos mesmos realizadores de Mortal Kombat 9. foi lançado para Playstation 3, iOS e Wii U. 

Sinopse originalmente encontrada no Wikipedia:  Depois que o Coringa destrói Metrópolis com uma arma nuclear, enganando Superman, que acreditava que estava a lutar contra Apocalypse e assim acabou matando Lois Lane e o seu filho não nascido, Superman assassina o Coringa diante de Batman e estabelece uma nova ordem mundial. A batalha prossegue entre as forças do Regime do Superman e os aliados da Rebelião de Batman. A Rebelião descobre que existe um universo alternativo onde o plano do Coringa não teve sucesso e transporta vários dos seus super-heróis para o deles, a fim de ajudá-los a derrotar o Regime. O game também tem uma versão em quadrinhos, além de trilha sonora instrumental e cantada. 

FICHA TÉCNICA
Títulos Originais:  Superman, the Man of Steel #18 (12/92)/ Justice League of America # 69 (12/92)/ Superman # 74 (12/92)/ The Adventures of Superman # 497 (12/92)/ Superman in Action Comics # 684 (12/92)/ Superman, the Man of Steel #19 (01/93)/ Superman # 75 (01/93) 

Publicação: DC Comics/ Abril Jovem/Panini
Ano: 1992 (E.U.A.)/ 1994 (Brasil)
Edições: 7
Páginas:  159
Gênero: Graphic Novel

Roteiro: Dan Jurgens; Louise Simonson; Roger Stern; Jerry Ordway; Karl Kesel
Artistas: Dan Jurgens; Jon Bogdanove; Tom Grummett; Brett Breeding; Rick Burchett

SUPER POSTAGENS PARA SUPER HERÓIS VOL. 3
A MORTE DO SUPER-HOMEMPOSTAGEM DE COLECIONADOR - PARTE 2
(Um Artigo de MESTRE RYU)
FIM!

CONFIRA TAMBÉM O ÁLBUM NO FACEBOOK QUE ESTENDE O EVENTO 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...