sábado, 4 de maio de 2019

[Papo-Cabeça] 6 Coisas Que Você Não Percebeu no Trailer de Sonic: O Filme

O visual do novo Sonic não foi lá essas coisas mas, calma lá, percebemos alguns detalhes não explorados e que, provavelmente, ninguém comentou. Vale conferir.


1 - Arco de Anéis
Na introdução do logo da Paramount, um arco de anéis é formado com o som característicos games desde 1991. Esse arco costuma ser encontrado originalmente nas áreas de loopings.

2 – Grande Anel

No trailer, quando Sonic joga o grande anel para, aparentemente, transportar seus amigos humanos no filme, é notável que a simulação a passagem interdimensional esteja claramente conectada com a passagem para o cenário paralelo dos Bonus Stage  dos jogos.  

Isso é claramente uma tentativa de pegar os espectadores da Marvel Studios – que automaticamente comparam com a mágica com o Doutor Estranho.

O Anel, usando como item, não soa tão estranho assim. Em Sonic Crakers, jogo cancelado, Sonic usava um anel especial para estar conectado com Tails. Essa característica se converteu para o jogo Knuckles Chaotix para o SEGA 32X lançado em 1996.


3 – Mais semelhante ao ouriço real
Há muita reclamação por parte do visual de Sonic. Sabemos que, para fãs que jogaram o game, o visual se distancia muito dos jogos. Eu mesmo comecei a me interessar por videogames depois de ganhar o meu primeiro jogo do Sonic com o meu Mega Drive II e, desde então, passar a jogar todos os fins de semana sem parar. O trabalho de criação dos jogos foi claramente inspirado no mascote Mickey Mouse. O material de pesquisa para a recriação do personagem para os cinemas e transformá-lo em computação gráfica – com base no universo real – certamente teve como base na raça animal o qual é a raiz de origem do personagem. Imagine Sonic redesenhado num visual adaptado para os quadrinhos americanos?

Aquelas características exageradas – os olhos esbugalhados, a barriguinha e as luvonas – ficaram todas de fora. Pra quê? Cogitamos que seja para causar um impacto maior na mente do público – essa diferença que busca fugir bastante do visual animê (ou até uma comparação a Disney) e ter atenção própria. Isso ajuda na divulgação do filme.

Afinal de contas, é isso ou nada, um jogo que é adaptado num filme, geralmente, fracassa. Há raros sucessos consideráveis.  O barulho feito nas redes sociais é justamente o passo comercial que os produtores estão buscando. Quanto maior o barulho, mais o filme fica evidente. Vale conferir o documentário independente Sonic no Vale da Estranheza do canal Meteoro Brasil no You Tube.

Afinal, não é mais errando que acertando que as pessoas prestam mais atenção na web ? Parece um tipo de trabalho irresponsável, mas cada vez mais os produtores estão aprendendo a como tirar atenção do público virtual (que geralmente acaba sendo a maior voz atualmente) e até esse tipo de jogo sujo – aproveitar-se da distração alheia – gera lucro. Afinal, é jogo sujo sobre tentativa de exposição suja ou difamatória dos internautas. O velho termo: - Falem mal mas falem de mim ! - até errar de propósito pode gerar lucro. Porém, a tentativa dos empresários gananciosos jamais será uma lição para quem só sabe apontar o erro do próximo.

4 – Ambientação
Felizmente, Jim Carrey está no filme encarnando mais um vilão. Pela primeira vez, veremos Jim Carrey interpretar um personagem de videogame. Já tivemos grandes talentos encabeçando o elenco de filmes baseados em jogos – mas nunca um nome tão forte entre audiências maduras e adolescentes. Geralmente, alguns atores encabeçados costumam vir de filmes mais antigos em comparação a sua geração. Raul Julia (Street Figher: A Última Batalha) era consideravelmente conhecido por A Família Adams, mas bem melhor conhecido por um nicho de cinéfilos  e críticos – o mesmo caso de Bem Kingsley (O Príncipe da Persia: As Areias do Tempo) conhecido por Gandhi.
Jim explodiu nos anos 90 com a bem sucedida adaptação de quadrinhos obscuros, O Máskara. Um sucesso ainda maior que o anterior, no mesmo ano, Ace Ventura: Um Detetive Diferente. O merecido reconhecimento lhe rendeu uma carreira de sucessos na comédia – sendo comparado como o novo Jerry Lewis. Emplacou 3 grandes sucessos no mesmo ano, de 1994, contando com Debi & Loide. E cresceu junto com a geração de Sonic.

Impossível haver outro ícone que melhor possa interligar o cinema e os videogames se não Jim Carrey na pele de Dr. Ivo Robotnik. Jamais se poderia imaginar que houvesse a oportunidade de unir esses dois grandes nomes da cultura pop noventista – intimamente conectados com o mesmo público. Mundos tão diferentes e que de repente se tornam tão próximos. Parece muito louco um grande talento tão respeitado frente a adaptação de um dos maiores mascotes dos videogames.  Já imaginou Jim Carrey jogando Sonic? Eu nunca imaginaria isso.

A caracterização de Jim se assemelha bastante ao seu incrível domínio em construir caracterizações e considerável tempo para surpreender nas tiradas de humor. Talvez, prepare-se para um Dr. Robotnik não tão assustador como nos videogames mas bem divertido de caricato lembrando, consideravelmente, algumas de suas atuações anteriores.

No fim do trailer, com uma caracterização mais próxima ao dos videogames no seu uniforme futurista (com cores e acessórios familiares), note ao fundo um cenário meio desértico com cogumelos – uma aparente homenagem aos cenários de Mushroom Zone com o Sandopolis Zone  de Sonic & Knuckles em mistura. Como isso irá aparecer no filme, fica a dúvida.

Se situando num cenário urbano, Sonic aparece correndo e destruindo um carro – tal cena coincide bem com o início de Sonic Adventure 2.  Sonic também é comparado a uma criança,  às 2:12 do trailer, valendo que em algumas notas oficiais ele tem 15 anos (curiosamente, Knuckles - seu antigo antagonista - surgiu em 1994 com 15 anos em Sonic 3).

5 – Música
A música que embala o trailer é um grande hit dos anos 90. O ritmo dançante do hip hop é comercialmente familiar para o Sonic. No lançamento de Sonic The Hedgehog em 1991, um comercial japonês mostrava Sonic dançando break. Ainda que os jogos contem com uma trilha eletrônica mais clássica, mais sentimental e algumas envolvendo terror e outras mais agitadas – certa versatilidade – o estilo voltado para o hip hop vem das raízes comerciais de Sonic.

E não foi pouco, a música coincidentemente foi usada num Anime Music Video – videoclipes criados por fãs geralmente para homenagear desenhos japoneses e filmes ou demais mídias audiovisuais (nesse caso, Music Video) – o autor do vídeo ainda brincou editando o post – “- 12 anos contando agora... vai ter um filme live action do Sonic baseado no meu vídeo” muitos ainda acabaram acreditando que ele teria escrito no ano em questão.

Confira a comparação com o clipe e o trailer abaixo: 

Sonic AMV-Gangster's Paradise



Sonic - O Filme | Trailer Legendado


Um comparativo de visualizações e curtidas do videoclipe - do dia primeiro de Maio e em apenas 4 dias, saltou de mais de 41 mil visualizações e mais 2 mil curtidas para mais de 800 mil visualizações e mais de 65 mil curtidas (na primeira, enganando até os parâmetros do You Tube, acreditando se tratar de um material oficial associado ao mesmo material):

6 – Miau

Na primeira aparição de Sonic, o mascote imita um gato. Certamente, alguns trintões deverão se lembrar do programa Globo Repórter – A Febre do Videogame, falando de todas as novidades da época e o cenário dos jogadores, aonde uma das repórteres confunde Sonic com um gato ao apresentar o personagem pela primeira vez. Era o seu lançamento no ano de 1991 e a chegada do Super Nintendo no Brasil aonde eles confundiram também o Mario – que de encanador virou bombeiro na interpretação deles.

& - Bonus Stage I
O trailer dublado apresenta Tatá Guarnieri encarnando Jim Carrey – a ausência de Marco Ribeiro foi comentada mas Guarnieri é aparentemente um dos dubladores mais antigos do astro. Uma de suas participações foi em O Máskara – tanto na versão VHS quanto no cinema. Marco Ribeiro veio posteriormente como o dublador em cópias e exibições posteriores.

Apesar de descrente pelo mercado e pelo público, testemunhamos mais um anúncio de adaptação cinematográfica de um jogo de videogame. Temos um nome de peso no papel de vilão e os criadores de Velozes & Furiosos no páreo (uma das cinesséries de ação mais rentáveis do momento) desafiando a si mesmos agora com uma obra que une elementos de ficção científica, comédia e ação. Ainda que eles elevem o tom da cinessérie Velozes a cada filme, será que sua habilidade com ação em alta velocidade convertido em um emaranhado de elementos vai dar certo com Sonic ?
Não que Velozes & Furiosos seja algum primor cinematográfico se comparar com outros grandiosos filmes de ação mais veteranos (vide Missão: Impossível), mas arrecada entretenimento expressivo do público. Aguardamos que o respeito continue o mesmo com o mascote número 1 da SEGA.

& - Bonus Stage II

Correm pelos corredores da Sony Pictures que, se o filme do Sonic der certo, Seth Rogen deve aproveitar pra lançar a adaptação do livro A Guerra dos Consoles. O icônica história que conta os bastidores da lendária disputa entre a SEGA e a Nintendo durante os anos 90 até os seus últimos dias, lançado em 2014.














& - Bonus Stage III
A SEGA e o próprio Yuji Naka (um dos responsáveis pela criação do Sonic) não gostaram do visual feito para os cinemas americanos. Recentemente o diretor do filme, Jeff Fowler, assumiu a responsabilidade e disse que irá mudar o visual do personagem.

E o que você achou dessa empreitada cinematográfica do herói mais rápido dos videogames ? Comenta aí. 

3 Hit Combo :

Detonation Uchiha disse...

Ótimo texto!
Embora muitas pessoas detestaram o visual do sonic, e os responsáveis pelo filme estarem dispostos a ouvir tais críticas de forma positiva. Confesso que não achei tão ruim, como você mesmo escreveu no texto a ideia é soar "realista" claro que causa certa estranheza a primeira vista mas eu acho que dá pra se acostumar numa boa, mas de qualquer forma já foi.

Já tem muita gente esperando uma bomba, mas falando sério, pelo trailer eu espero um filme divertidinho, nada de especial mas um passatempo agradável. Tomara que dê tudo certo

Synbios disse...

Legal Arildo. Troféu "Visão Olho de Águia" para seu post. Um post diferenciado sem dúvida, deixando sua marca registrada do jeito que você gosta! :D

Mestre Ryu Kanzuki disse...

Compreendeu perfeitamente minha visão, Detonation Uchiha.
Valeu pelo prêmio, Marcio.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...