Em Destaque

terça-feira, 15 de maio de 2012

[Sessão Crítica] Espelho, Espelho Meu: A Lenda Da Branca de Neve Ganha Vida - Dublado

NESTA POSTAGEM
SESSÃO CRÍTICA
ESPELHO ESPELHO MEU

EXTRAS 
CURIOSIDADES
GALERIA 
FICHA TÉCNICA


SESSÃO CRÍTICA
ESPELHO, ESPELHO MEU

LEVE, LIVRE E INDEPENDENTE
Aproveitando o tempo vago para o começo da sessão de Titanic 3D, fiquei entre este e Guerra de Titãs 2. Como havia um certo espaço de tempo - Guerra de Titãs 2 começaria 30 minutos após Espelho Espelho Meu - então ficou valendo este livre conto da Branca de Neve ganha uma Sessão Crítica em questão.   

Siceramente eu não esperava assistir e nem mesmo tinha nenhuma expectativa sobre este filme. O que realmente vem me chamando bastante atenção é Branca de Neve e o Caçador (que estréia 1ª de Junho). E, pensando  bem, já passei um pouco daquela época de subestimar produção pela capa e até me surpreendi com esta adaptação, deu pra me divertir um bocado.  
Branca de Neve e os 7 anões - eles possuem nomes diferentes daqueles que vimos na versão da Disney

Esta adaptação suavemente cômica da Branca de Neve vale pelo carísma de Juila Roberts, como a madastra e rainha megera, e do caçador interpretado por Nathan Lane, Brighton. As doses de humor procuram agradar platéias variadas, em momentos diferentes. Conta com boas cenas de luta e trilha sonora.  Entre outros atributos, a beleza de Lilly Collins (A Branca de Neve) também conta como um ponto positivo.  Como nem tudo é conto de fadas aqui, a história começa a correr demais no ato final de uma forma deveras previsível fazendo o rítimo e o interesse desmoronar espantosamente.

Não é tão ruim quanto eu esperava, vale pelos bons minutos, e assistir acompanhado com a família pode ser mais divertido. 

CURIOSIDADES
Ilustração da história original da Branca de Neve do livro Kinder-und Hausmaërchen (Contos para Adultos e Crianças)

As origens da história original vem da Alemanha. Originalmente Branca de Neve se chama Schneewittchen em Alemão. Foi compilado e publicado pelos irmãos Grimm entre os anos 1812 e 1822 em um livro que trazia várias outras fábulas direcionadas a adultos e crianças. 
Hendy Lammar (à esquerda), também era conhecida como a mulher mais bela do mundo, foi a inspiração para a criação da Branca de Neve da Disney - a mais famosa versão cinematográfica - e que se tornou um marco da animação. 

GALERIA 







FICHA TÉCNICA
Título Original: Mirror, Mirror
Data de Lançamento: 6 de Abril de 2012 (Brasil)
Duração: 106 minutos 
Sessão Acompanhada: UCI Norte Shopping (Sala 05) 15/04/2012 às 17:00
Gênero: Aventura
Direção:  Tarsen Singh
Sipnose Oficial: A Rainha Má precisa casar com o rico Príncipe para salvar seu reino que está indo à falência. Mas o Príncipe está apaixonado por Branca de Neve e para conquistá-lo a Rainha expulsa Branca de Neve para floresta. Lá ela encontra e recebe a ajuda dos divertidos anões para lutar e reconquistar seu trono e o amor de sua vida. Nessa releitura do clássico conto dos irmãos Grimm você descobrirá um mundo cheio de magia e comédia para toda a família.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...