Em Destaque

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

[Sessão Crítica] Silent Hill: Revelação - 3D Dublado

NESTA POSTAGEM 
SESSÃO CRÍTICA
SILENT HILL: REVELAÇÃO
FICHA TÉCNICA



SESSÃO CRÍTICA
SILENT HILL: REVELAÇÃO

A PROVA REAL QUE FIDELIDADE 
NÃO É QUALIDADE

Sequência de Terror em Silent Hill, adaptação de um dos jogos renomados da respeitável fabricante Konami, Silent Hill: Relevação veio com cara de tenta colocar os pingos nos is - já que o primeiro filme se mostrava confuso para os críticos - e tenta ser um produto mais sincero ao se aproximar do jogo Silent Hill 3, com cenas inspiradas nos jogos reproduzidas - isso era algo familiar em Resident Evil 2: Apocalipse e o erro foi repetido aqui.  Apesar da ideia ter sido boa, ela foi desperdiçada - mais uma prova de que fidelidade não é sinônimo de qualidade. 

Todo o enredo é como uma redação roboticamente falada, sem emoção alguma. Temos altas minutos de situações tentando ser explicadas - o que não seria ruim num bom roteiro, mas traz exaustão por não despertar o interesse suficiente pelo desenvolvimento frio, sem muita interação com o suspense ou reviravoltas ou então tentar criar uma empatia com o público. Talvez se consiga apenas um mínimo de empatia do relacionamento entre as atuações de Sean Bean (Harry) e Adelaide Clemens (Heather/ Alessa) , como pai e filha.  
Vicent (Kit Harington) e Heather (Adelaide Clemens) enfrentam o pesadelo de Silent Hill

Infelizmente não tivemos a presença do diretor Christopher Gans (O Pacto dos Lobos) de volta ao páreo - já que o mesmo se mostrava realmente crítico com o seu material do primeiro filme e percebeu algumas falhas que só foram incluídas no primeiro filme por preocupação dos produtores em achar que um homem como protagonista seria mais interessante - no caso, Sean Bean. A questão é muitas vezes o trabalho de produção, ao tentar intervir na liberdade criativa do diretor e assim destruir um trabalho que poderia render uma marca significativa no cinema. Uma franquia que tinha tudo para se tornar superior à cinessérie de Resident Evil nas telonas, e ainda nãose mostrou suficiente nesta sequência (aquém do ótimo primeiro capítulo), realmente uma pena. 

O que Silent Hill: Revelação sofre é o mesmo caso que muitas outras adaptações de videogames sofrem, se tornam um produto comercial passageiro que acaba nem fazendo o sucesso esperado ou não ousa o suficiente por medo de sobrepor a atenção da obra original - seja por culpa da produção do filme ou seja pelo conflito entre a produção do filme e dos produtores de videogame - nunca se sabe ao certo. (Só sei que se James Cameron estivesse no meio disso tudo, ele daria um jeito)

Há algumas poucas coisas boas a se falar desta sequência. No formato em 3D, o cuidado nos efeitos de perspectiva, tanto na abertura do filme quanto em cenas das criaturas e nos efeitos da cidade Silent Hill, são muito bem cuidadas para um 2D convertido. O longa também acerta na maquiagem dos monstros - extremamente bizarra - e nos passos sinistros das criaturas. 

Era prometido por Gans que a presença de uma personagem feminina seria mais importante num próximo longa. E finalmente neste segundo, a personagem Heather tem mais presença no decorrer da trama, como heroína, mas não bem uma protagonista com tanta força assim em sua conclusão. 

A presença de mulheres na trama também é maior, temos Carrie-Anne Moss (Claudia Wolf) e a própria intérprete de Heather (muito parecida com a original) também atuando como a sua outra forma, Alessa, e algumas pontas de Radha Mitchell (Rose da Silva).  

Com 1 ano de atraso, Silent Hill: Revelação estreou nesta última Sexta-Feira (11) para aproveitar o dia das crianças e véspera de Dia das Bruxas. Infelizmente estreou em apenas 3 salas daqui da região e apenas 1 sala em 3D com apenas a cópia dublada disponível. 

Mesmo valorizando e reconhecendo muito a dublagem nacional, tenho preferência por cópias legendadas (pela valorização dos efeitos técnicos do filme) e achei isso um absurdo - tanto o atraso quanto as poucas opções.  De qualquer forma, a dublagem é excelente, quem puder ter a oportunidade de assistir, assista. Mas se prepare para a sonolência do péssimo e previsível ritmo desta adaptação. 

ATENÇÃO: Fiquem até depois dos créditos

FICHA TÉCNICA 
Título Original: Silent Hill: Revelation
Sessão Acompanhada: Knoplex Madureira Shopping16:40  - Quarta-Feira (17/10/2013)
Gênero: Terror
Direção: Michael J. Basset
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...