Em Destaque

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Dedo no Joystick: Castle of Illusion

Castle of Illusion




Posso me lembrar como se fosse ontem da época quando era criança e mal podia me conter de ansiedade para ser levado à locadora para poder alugar o cartucho de "Castle of Illusion". Era um dos meus favoritos, só ficando atrás de Sonic. Não era um bom jogador na época, sempre encalhava no terceiro chefe. Mas como gostava muito do game, não me importava em começá-lo novamente, e novamente, e novamente...


Corra Mickey, corra!


Lá estavam Mickey e Minnie passeando, apaixonados, pelo bosque quando uma bruxa tomada de inveja pela beleza de Minnie acaba raptando e levando-a para seu castelo. Para resgatá-la, Mickey deve recolher uma coleção de jóias e derrotar a bruxa.


? Cadê toda aquela preocupação?



O game é organizado por andares, em cada andar há salas e cada sala é um mundo. É muito bom notar a singularidade dos mundos, pois nunca uma fase é igual a outra e nunca um mundo é igual a outro. Excelente tal capricho. Não se vê muito disso por aí. A única coisa que se repete são os morcegos.


Nossa! Um brócolis gigante!



Como Mickey saiu de sopetão para resgatar sua amada, não teve tempo algum para se preparar para o resgate, então ele enfrenta os inimigos com "bundadas" e projéteis (leia-se qualquer coisa que se possa arremessar). Um certo improviso e diligência são requeridos, pois os inimigos podem ser rápidos e a munição não é infinita.


Mickey, o menino rato.



Assim como Quackshot, Castle of Illusion possui excelentes animações, com destaque para o próprio Mickey. Seus movimentos unidos com sua cara de bobo... animação dão um toque a mais para a aventura que pode se tornar bem difícil em alguns momentos. Talvez esse seja um dos atrativos que chamaram minha atenção quando criança, mesmo sendo um jogo difícil.



Hey, apple!



Ainda falando da dificuldade, o jogo simplesmente te abraça no início com desafios inexpressivos e chefes ridículos. Mas não demora muito para que as coisas mudem, e logo isso é substituído por fases desafiantes e chefes cruéis. Não há passwords e só há 2 continues. Tentativa, erro e acerto são a segunda melhor opção. A primeira, é o save state. Hehehe! Brincadeira!



Ooooooooh! Não sabia que Web Spider de Mega Man X4 possuia filhotinhos!



Castle of Illusion nos pede dedicação e paciência, e nos dá em retorno belos mundos para desbravar e a chance de superar nossos limites pelo esforço. É de fato uma obra eterna, a prova de tempo, que sempre atrairá novas e velhas crianças para brincar.


Nome: Castle of Illusion Starring Mickey Mouse

Plaraformas: Mega Drive, Master System e Game Gear

Pontos Fortes: Visual e diversão

Pontos Fracos: Não há

Nota do Léo: 8,5

4 Hit Combo :

Tiago Ricardo Charão disse...

Joguei muito. A versão de Mega Drive é definitivamente mais fácil se comparada com a versão de Master System, a qual, inclusive, considero superiora!

Gamer Caduco disse...

Castle of Illusion! Esse jogo era um dos meus favoritos na época, sempre curti demais. A única coisa esquisita dele é a forma como o Mickey mata os inimigos, maior nádegas de aço da história. :)
Fiquei rindo do brócolis gigante, foi boa... hahaha!
O jogo era um pouco difícil mesmo, ainda mais pra quando éramos crianças. E vc disse bem quanto aos gráficos, sempre achei o jogo muito bonito graficamente e muito bom na parte sonora também.
Muito bom post!

Mestre Ryu Kanzuki disse...

Parabéns por mais um grandioso post, Léo.
Eu lembro que eu sempre ficava babando naquele encarte que vinha com o Mega Drive II, com a imagem de vários jogos inclusive de Castle Of Illusion. Mas levou tempo pra eu conseguir achar esse cartucho. 1992/ 1993 eram tempos mais difíceis de se obter clássicos mas eu consegui alugar tempos depois.

Hoje as coisas são mais fáceis de se adquirir e de conhecer jogos: ou só conheciamos por fotos ou nunca ouviamos falar - graças a Deus nós temos a internet (e que Deus a abençõe) para nos facilitar.

Castle Of Illusion foi o último jogo da safra Disney que eu tive na coleção de cartuchos aqui (isso em meados de 1999 quando a Tec Toy relançou pro Mega). Eu esperava um jogo de dificuldade light como World Of Illusion (eu e minha irmã terminamos logo no primeiro dia que ganhamos) mas achei meio pedreira.

Tempos bons que a SEGA e a Disney tiveram um grande casamento.

Gamer Caduco: Nádegas de aço, essa é boa. Huahua! xD

Muito bom ver vocês por aqui, Tiago e Gamer. Um abraço pra vocês e apareçam sempre.

Léo disse...

RE: Tiago Ricardo Charão
Desculpe discordar, mas tenho um caso eterno de amor com a versão do Mega.

RE: Gamer Caduco
Nádegas de aço. Kkkkkk. Ele devia carregar um escudo na cueca ou algo do gênero. E obrigado pelos elogios!

RE: Mestre Ryu
Perdi as contas de quantas vezes aluguei esse game. Uma vez o cara da locadora me perguntou se eu gostaria de experimentar algum outro. Hehe!
Também perdi as contas de quantas vezes vi a tela de Game Over diante de mim. É claro, já zerei o game hoje com a descoberta de um poder especial: o save state.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...