Em Destaque

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

[Reacenda o Seu Cosmo: Pela Amizade ] Minha Infância com Cavaleiros: Bia "Chun-Li"

---NESTA POSTAGEM---

REACENDA O SEU COSMO: PELA AMIZADE
MINHA INFÂNCIA COM CAVALEIROS


 -REACENDA O SEU COSMO: PELA AMIZADE-
MINHA INFÂNCIA COM CAVALEIROS



20 aninhos da estreia de Cavaleiros !

Parece que foi ontem (e vejo que estou ficando realmente velha). Lembro-me que chegava da escola, fazia as tarefas e ficava jogando meu Master System ou vendo desenhos animados. Tinha uns 10 anos. Sabia o horário de vários desenhos, e nessa época via clássicos do tempo de minha mãe, como Hong Kong Fu e Herculóides.

Até que no Programa da Pati, começou a rolar uns comerciais de um novo desenho, sobre armadura de ouro, lutas, com um pouco de mitologia e constelações. Para uma menina que curtia (demais) filmes de arte marciais, mitologia e astronomia, fiquei curiosa. Assisti por curiosidade e comecei a acompanhar. Quando menos percebi, estava eu torcendo para o Hyoga, ficando triste com a primeira morte do Ikki e querendo saber porque a armadura de ouro de sagitário era a mais poderosa no momento (esse último estou até hoje sem saber xD). E sim, chorei que nem um bebê quando Hyoga foi congelado, torci para o inútil do Seiya, tirar o meu cavaleiro, Aiolia, do transe e vibrei com o estrago feito pelo Ikki na casa de Virgem.

Cavaleiros me fez redescobrir a animação japonesa. Quando mais nova, amava ver Honey Honey, Angel, Saber Ryders, assim como as animações do Pequeno Príncipe e de Peter Pan. Depois de Cavaleiros acompanhei os que vieram depois dele na Manchete, como Shurato e Sailor Moon, e em outros canais, como Rayearth no SBT e o Macross original que chegou a passar na CNT (junto com Pirata do Espaço e Don Drácula). E uma coisa que me chamava a atenção, era que ao menos, tinha uma história com início meio e um fim, coisa que algumas produções americanas (que até hoje curto) não possuem.

Aos trancos e barrancos, conseguia as figurinhas do álbum (graças ao meu padrinho =P) e umas revistas da época (que ao menos uma sei que ainda tenho) e tive um boneco "paraguaixion" do Seiya.
Nessa época já gostava de desenhar e foi aí que tentei emular mais o "traço mangá". As primeiras personagens que tentei desenhar eram a Marin e a Shina, posteriormente a Saori. Gostava delas, apesar de eu preferir a Marin com o decorrer do desenho. Desses desenhos, muitos se perderam com o tempo (para não dizer quase todos), o único que sobrou foi um inacabado da Shaina/Shina.



Das lembranças que tenho desta época, lembro de uma, um tanto icônica, de quando fui assistir Pocahontas. Antes de passar o desenho, veio um trailer do filme dos cavaleiros (que assisti no cinema quando estreou - abraços no meu padrinho que me levou) e o cinema INTEIRO cantou a música tema!!!
Outras lembranças queridas são de minha irmã quando bebê, que adorava ver comigo e ficava gritando o tempo todo SEIYA!!!! ou das vezes que brincava com meu primo de boneco e eu criava uma história mirabolante sobre Atena ser raptada e termos que salvá-la. Sem contar que foi o primeiro contato mais "próximo" com a mitologia nórdica que tive, com a Saga de Asgard (sem contar que virei fã da Hilda =P).

Lembro-me que, algum tempo depois, comecei a acompanhar uma das revistas que marcariam a minha adolescência, a saudosa Animax. Assumo que no início ficava meio chateada com algumas alfinetadas dolorosas que o Peixoto e o falecido Zé davam em Cavaleiros. E hoje vejo a razão que eles tinham. Sou uma fã realista, Cavaleiros é cheio de buracos e o "tio" Kurumada só piora as coisas de vez em quando.
Posso falar que Cavaleiros marcou uma fase de minha vida, o final da infância e o início da adolescência. E, para mim, é impossível eu falar sobre essa série sem ficar com aquele olhar nostálgico, de bons tempos que não voltam.

E até hoje, por causa de Cavaleiros, continuo fã de animação japonesa e meus desenhos não são mais tão toscos!!! =P Sem falar das pessoas que conheci por causa desse gosto em comum, algumas com uma amizade que dura até hoje!^^


  
E para terminar esse meu relato, um desenho atual que fiz de Marin, em comemoração aos 20 anos da estreia da série aqui no Brasil. Nada mais justo que desenhar uma das primeiras personagens que tentei no passado! ^^


 -------------------------------------------------------------------------------------
Gostou ? Envie o seu depoimento também para: mestreryukanzuki@gmail.com  e faça parte  da nossa maratona "REACENDA O SEU COSMO" aqui no Santuário
 até 11 de Outubro.

2 Hit Combo :

Bia Chun-li disse...

Arigato Mestre!!!!

Gostaria de ter feito um vídeo, mas por falta de tempo e outros, resolvi fazer esse texto. ^^

Mestre Ryu Kanzuki disse...

Bia, não tem por onde. Eu que te agradeço. A sua contribuição foi espetacular. Só tenho a agradecer mesmo.

Você se mostrou uma verdadeira Amazona de Atena, com todo o seu entusiasmo sem igual.

Espero que consigamos ainda mais Cavaleiros dispostos a compartilhar as lembranças dessa época incrível, com todo o Cosmo da nostalgia.

Por Atena! \o/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...