Em Destaque

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Video Music Awards 2009: o melhor e o pior

A Noite foi do Pop
A 15ª edição do Vídeo Music Awards aconteceu no domingo (dia 13), há duas semanas, gerando algumas polêmicas que vão fazer a sua história.

Destaques:
O Pior
Kanye West – Invadiu o palco durante o momento em que a cantora Country Taylor Swift recebeu o seu prêmio como melhor videoclipe feminino pelo hit You Belong With Me (a qual chegou a gravar uma peformace especial num metrô). Em meio ao seu discurso de agradecimento, West tomou o microfone para declarar que quem deveria ganhar era Beyoncé: Estou realmente feliz por você, mas Beyoncé tinha um dos melhores vídeos de todos os tempos, protestou o rapper.
Deu pena da garota, que ficou sem nenhuma reação na hora, e raiva de West, que saiu como o vilão da história, mas ele assumiu em sua página pessoal na Internet que errou: errei por ter ido ao palco e roubaubado o momento dela!, declara. West foi sonoramente vaiado após o ocorrido, e encontrado bebendo álcool no tapete vermelho, sendo expulso.



Tanya Swift não se apresentou ao vivo, mas gravou uma peformace especial de You Belong To Me, especialmente para o evento.

Montagens de Kanye West já viraram hit na Internet, há até um site de montagens dedicado ao acontecimento: http://kanyegate.tumblr.com


Muse – a apresentação mais fraca da festa. Áudio baixo e apenas um show de luzes. Dava sono.

O Melhor

Lady GaGa – Sua peformace nos palcos do evento VMA não foi nada mal. A teatral apresentação, de uma das novas revelações, acabou garantindo a sua entrada no Hall dos momentos mais polêmicos da história da premiação. Em meio aos momentos decisivos da versão ao vivo da música Paparazzi, Lady sai toda ensangüentada, simulando a própria morte no palco (seria alguma crítica subjetiva à obsessão?). Isso gerou polêmica entre os especialistas que analisaram sua apresentação, mas apesar de ousado (e aparentemente exagerado) ela se mostrou uma artista criativa. E como seus fãs devem saber, criatividade é um ponto característico da cantora, isso se justifica pelos seus trajes exóticos. Durante o evento, ela aparecia com um vestiário novo a cada momento, chegava a ser engraçado de tão incomum. Há muito tempo que não aparecia uma poser tão divertida e chamativa nesse ramo do show business.


Durante a exibição na MTV Brasil, numa discussão entre Didi Ferreira e a VJ, e cinéfila, Marina Person, Didi comparou os fãs de Lady Gaga aos fãs de Pink, declarando que quem gosta de Pink também gosta de Lady GaGa. Pink também garantiu uma das apresentações mais legais, embora não tanto quanto Beyoncé e Lady GaGa.



Beyoncé - ficou pasma com a invasão de Kanya West, ao invadir o momento de comemoração de Tanya Swift, mas ao ganhar o prêmio de melhor videoclipe, posteriormente, fez os seus agradecimentos e cedeu gentilmente espaço para que a moça para que terminasse as suas declarações. Boa, diva! Além disso, a já experiente Beyoncé fez a melhor apresentação da noite.


This Is It – Fizeram uma homenagem e tanto ao Michael Jackson (mais do que merecido).
Madonna foi ao palco fazer a suas declarações e Janet Jackson cantou e dançou algumas músicas do eterno rei do Pop, como a música Scream. Momentos chorosos.


O trailer do musical Michael Jackson: This Is It foi exibido entre as prévias de cinema ao fim do evento. O primeiro trailer de filme foi o segundo da saga Crepúsculo (Crepúsculo: Lua Nova), saudando as fãs de Stephenie Meyer.


Anota aí: This Is It, segundo a Sony Pictures, ficará em cartaz por 2 semanas. O filme estréia mundialmente no dia 28 de Outubro. Os ingressos começaram a serem vendidos no dia 27 de Setembro. Já é possível cadastrar seu E-mail no site oficial para receber as notícias. Se você é fã do rei do pop e quer assisti-lo no cinema, cola lá, depressa:

Site Oficial
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...