Em Destaque

sábado, 13 de abril de 2013

[Ao Pé da Letra +18] Ikkitousen: Anjos Guerreiros Nª1 (Yuji Shiozaki, 2000, Ação)

NESTA POSTAGEM

AO PÉ DA LETRA
IKKITOUSEN: ANJOS GUERREIROS - NÚMERO 1

EXTRAS
CURIOSIDADES

CRÉDITOS
FICHA TÉCNICA



AO PÉ DA LETRA
IKKITOUSEN: ANJOS GUERREIROS - NÚMERO 1
Originalmente publicada no Japão pela Comic Gun (ao contrário da maioria dos mangás mais famosos, trazidas pela Shonen Jump), Ikkitousen, traduzido no Brasil como Ikkitousen: Anjos Guerreiros, é a mais nova publicação da  editora Nova Sampa.  A tradução é assinadas por Marcelo Del Greco (que já se envolveu em outros trabalhos, desde os primórdios da Cultura Pop Japonesa no Brasil, como: Heróis da TV: Jaspion, Changeman, Black Kamen Rider e outros).

Apesar de conter um misto de clichês, e com um começo bem razoável, o mais interessante nisso tudo é que o enredo maluco aproveita referências de personagens reais da cultura oriental em uma abordagem simples, onde lutadores (apresentados como Toushis) lutam entre si por pura sede de luta. Essa tal sede de luta vem das almas libertadas de tesouros chineses conhecidos como Magatamas. Para quem não é habituado com a cultura dos animês e mangás, poderá ficar perdido em meio a tantos termos mantidos (embora traduzidos paralelamente) na história. Os apreciadores da arte dos mangás em geral poderão se interessar pelas referências.

Os marmanjos fãs de Shonen (quadrinhos Japoneses voltados ao gênero masculino) se sentirão privilegiados com os fetiches eróticos.  Já neste primeiro volume, Ikkitousen: Anjos Guerreiros, vem temperado de suas principais características: pancadaria, nudez feminina, calcinhas, bustos e quadris avantajados.

Para a exibição dos bustos, as camisas das personagens são rasgadas a todo momento, seja numa luta ou quando algum personagem passa a insinuar uma tentativa de violentá-las.  A nudez é aparentemente discreta e as cenas de sexo se tornam quase um cenário de fundo (sem muitos detalhes explorados, surgem, digamos assim, espontaneamente).

Todas as tais características safadinhas da obra, são adotadas pelo estilo Ecchi (um termo referente a obsceno) - onde o erotismo não chega a ser tão explícito, é mais tendencioso ao humor, ou tão caricato em comparação aos Hentais. Destaque também para as belas ilustrações ao estilo tradicional Japonês (dos olhos grandes) e as cenas de ação.

EXTRAS

CURIOSIDADES
 Nos animês, Ikkitousen tem até o momento 4 temporadas.  Seguem as informações, segundo o Wikipédia:

Ikkitosen: Battle Vixens
Direção: Takashi Watanabe
Estúdio: J.C.Staff
Exibição original: 30 de Julho de 2003 – 22 de Outubro de 2003
Emissoras de TV: AT-X (Japão); GONG (Europa)
Nº de episódios: 13

Ikkitosen: Dragon Destiny
Direção: Koichi Ohata
Estúdio: ARMS
Exibição original: 26 de Fevereiro de 2007 – 14 de Maio de 2007
Emissoras de TV: AT-X (Japão)
Nº de episódios: 12 + 6 OVAs

Ikkitosen: Great Guardians
Direção: Koichi Ohata
Estúdio: ARMS
Exibição original: 11 de Junho de 2008 – 27 de Agosto de 2008
Emissoras de TV: AT-X
Nº de episódios: 12 + 6 OVAs

Ikkitosen: Xtreme Xecutor
Direção: Rintarou
Estúdio: TNK
Exibição original: 2010 – Ainda em exibição
Emissoras de TV:  AT-X (Japão)
Nº de episódios: 12 + 6 OVAs

O Cartoon Network chegou a comprar os diretos de exibição da série em meados de 2006. Justamente pelo conteúdo adulto (quanto as conotações para o erotismo) a adaptação jamais chegou a ser exibida no Brasil.

Da autoria de Yuji Shiozaki, a história de Ikkitousen é uma adaptação do clássico livro chinês chamado Romance dos Três Reinos escrito por Ruo Guazhon no século XIV. O conto se passa nos últimos anos do  período turbulento da Dinastia Han. O livro chegou a virar filme nas mãos do diretor John Woo, A Batalha dos 3 Reinos (2008).


CRÉDITOS

FICHA TÉCNICA

Título Original: Ikkitousen
Data de lançamento: Outubro de 2000 (Japão); Abril de 2013 (Brasil)
Volumes: 15 (Japão)
Gênero: Ação (Mangá)
Autor: Yuji Shiozaki
País: Japão
Classificação: 18 Anos (violência explícita e conteúdo erótico)
Análise: Mestre Ryu (textos e edição de imagens)

6 Hit Combo :

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

fala Ryu.

postagem sobre Ikkitousen? não esperava essa...o que eu posso dizer é que...só assista se estiver sozinho e se estiver muito animado (você me entendeu...) pois a história acho meio sem pé nem cabeça, pra começar, se é baseado numa história chinesa e guerreiros vindos de lá, porque raios todas são meninas e são japonesas???

mas pelo menos, faz mais sentido que Tenjo Tenge....anime horrível e mangá doente e com um final desgraçado de tão ridiculo.

você vai falar sobre o Homen de ferro 3 na sua próxima postagem?

Mestre Ryu Kanzuki disse...

Fala, Leandro!! Tudo bem?
Pois é.. achei o mangá bem mediano, como descrevi no post. Ganhou 3 pontos, só pelas referências em questão, mas quase não leva 2. Estava com curiosidade de assistir ao animê, de repente veio a notícia do mangá e fui conferir. Imagino o quanto deve ser insano.. só de ler o capítulo 0 (o último do primeiro número) ver a Hakufu assumindo a personalidade de um.. (err) homem? mas até que a bendita história acaba ganhando pique nesse ponto.

Quanto ao Homem de Ferro 3, se Deus quiser, ele terá um post sim, no próximo sábado ou domingo (no máximo) ele estará aterrissando por aqui.

Muito obrigado pelo comentário, opiniões, dúvidas e por sua presença ilustre.

Grande abraço!!

matheus dias do espirito santo disse...

Essas, doideras que acabam diminíndo muito os pontos a ser dado, mais há história vai seguir algo bem, elaborado! acima dessas cenas de nudez excessivas, pode ser espera muito coisa de ikkitousen. A versão anime e muito diferente do mangá, em resumo o mangá e mais focado.

Otimos postes!

Hakufu disse...

Amo ikkitousen, mesmo sendo mulher. Acho que mulheres entendem melhor a historia pois não se interessam por peitos(não valido para lesbicas). Os meninos, em vez de prestar atenção na historia ficam se masturbando.

Hakufu Sonsaco disse...

Esse é o primeiro anime que assisto desde que terminei de assistir luck star. Ele não mostra cenas eroticas(pelo menos não tão fortes), mas ele mostra muuuuita nudez

Synbios disse...

Lembro que o anime dessa obra ganhou críticas excessivas em sites especializados na época de seu lançamento por causa de seu conteúdo "apelativo".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...